Como usar o monitor


Atualmente, o mercado farmacêutico disponibiliza vários modelos de monitores de glicemia. A escolha deve ser avaliada pelo profissional de saúde em parceira com o paciente, de acordo com suas necessidades individuais e estilo de vida.  

Características importantes que devem ser consideradas na hora da compra:

  • Resultados rápidos
     
  • Necessidade de uma pequena amostra de sangue
     
  • Tamanho do monitor
     
  • Facilidade na leitura dos resultados
     
  • Possibilidade de usar outros lugares do corpo, além dos dedos, para medir a glicemia
     
  • Gestão de dados (como controle de data e hora dos resultados)
     
  • Custo dos insumos
     
  • Fácil manuseio

Passo a passo para monitorar a glicemia

  1. Lavar bem as mãos com água e sabão ou limpar o dedo (ou outro local de medição) com álcool 70%. Neste caso, deixe o álcool secar antes de puncionar (furar) o local
     
  2. Seguir as instruções do aparelho para inserir a tira do teste no local indicado 
     
  3. Colocar a lanceta no lancetador e puncionar o local de medição
     
  4. Colocar uma pequena gota de sangue em uma tira de teste
     
  5. Aguardar o medidor de glicose ler o nível de glicose no sangue


Dicas para solucionar alguns problemas
 

1. Dificuldade para obter a gota de sangue

  • Colocar as mãos em água morna e esfregar
     
  • Estender para baixo os braços e as mãos por alguns instantes, mantendo-os relaxados
     
  • Segurar o dedo perto da área a ser picada e apertar delicadamente por três segundos
     
  • Colocar o dedo sobre a mesa ou uma superfície firme para evitar que se desloque ao picar
     
  • Se a lanceta tiver indicador de profundidade, aumentar o ajuste
     
  • Trocar a lanceta a cada teste

2. Minimizar a dor da picada

  • Se a lanceta tiver indicador de profundidade, ajustar de acordo com a espessura da pele
     
  • Trocar a lanceta a cada teste
     
  • Experimentar lancetas finas ou com diferentes dispositivos
     
  • Usar as laterais dos dedos, ao invés das pontas
  •  
  • Pedir sugestões de locais alternativos de teste ao médico ou outro profissional de saúde

3. Mensagem de erro

  • Revisar o manual do usuário 
     
  • Checar a quantidade correta de sangue que deve ser colocada sobre a fita
     
  • Verificar se a gota de sangue está sendo colocada no local apropriado da fita
     
  • Ligar para o número gratuito do fabricante (listado no verso do medidor e no manual de usuário)
  •  

Glossário

  • Monitor de glicemia: aparelho que faz a leitura da quantidade de glicose no sangue capilar
     
  • Tira de testes (local onde se coloca a amostra de sangue): tira reagente para a medição de glicemia por meio de aparelho digital
     
  • Lanceta: pequena agulha que punciona o dedo e fornece uma gota de sangue para medir a glicose. A lanceta encaixa no lancetador.
     
  • Lancetador: dispositivo que punciona o dedo quando ativado. A maioria dos dispositivos marca e seleciona a profundidade que a agulha entrará na pele. O idel é começar com a profundidade média e, se sair mais sangue do que o necessário, diminuir a profundidade. Se sair menos sangue, é recomendado aumentar a profundidade.
     
  • Álcool 70% ou água e sabão: usados para limpar os dedos ou os outros locais de teste
      
  • Manual de instruções: fornece informações sobre o monitor
     

 



Nota Importante: O conteúdo deste site não se destina a ser um substituto para aconselhamento médico profissional, diagnóstico ou tratamento. Não desconsidere o conselho do seu médico ou demora na procura por causa de algo que você leu neste website.

Salvo menção contrária, BD, o Logo BD e todas as outras marcas BD são de propriedade da Becton, Dickinson and Company. © 2014 BD