Rodízio dos locais de aplicação


Pacientes que usam insulina três ou mais vezes por dia devem adotar a prática de rodízio dos locais de aplicação. Usar a mesma área por muito tempo pode provocar caroços ou depósitos de gordura extra, formando nódulos. Essas lesões não são apenas feridas, mas também podem alterar a forma como a insulina é absorvida, tornando mais difícil mantero controle glicêmico.

 

Injetando uma dose de insulina com a caneta de insulina HumaPen® MEMOIR™.
A rotação do local da injeção é importante tanto para a seringa de insulina quanto para os usuários da caneta.


Velocidade de absorção da insulina

Dependendo da área do corpo escolhida, a insulina é absorvida em velocidade diferente, por isso os médicos recomendam sempre usar a mesma parte do corpo para cada uma das injeções diárias. Por exemplo, se na hora do almoço a dose é aplicada no abdômen, o paciente deve usar este mesmo local todos os dias. Se a coxa foi escolhida para receber a insulina à noite, o diabético deve fazer o rodízio sempre nesta mesma área.

A velocidade com que a insulina é absorvida pelo organismo segue a seguinte ordem:

  • É mais rápida no abdômen

  • Um pouco mais lenta nos braços

  • Mais lenta ainda nas pernas

  • Mais lenta nas nádegas

A menos que o médico oriente o contrário, a dose de insulina aplicada no café da manhã e almoço deve ser feita no abdômen. Isso porque a insulina é absorvida mais rápido nesta área e a ação é necessária para cobrir os carboidratos da alimentação e evitar picos glicêmicos.

Por outro lado, após o jantar ou antes de se deitar, a dose de insulina de longa duração pode ser aplicada na coxa, nas nádegas ou no braço. Isso porque a insulina terá sua ação longa de forma eficaz e gradual, cobrindo as necessidades do diabético ao longo da noite.

Se a aplicação for de dois tipos de insulina, a injeção pode ser realizada no abdômen, braço, coxa ou nádegas.

Como fazer o rodízio

Para evitar lesões na pele, o desenvolvimento de nódulos duros e depósitos de gordura, é importante fazer o rodízio dentro de uma mesma área de aplicação, como:

  • Alternar a coxa ou o braço esquerdo e direito 
     
  • Dividir cada região em pequenas partes com distância mínima de 1 cm (um ou dois dedos), formando vários pontos distintos em cada região de aplicação.
     
  • Aplicar em um ponto diferente a cada aplicação. Aplicar no mesmo ponto somente após 14 dias, tempo necessário para a cicatrização, prevenindo a lipohipertrofia.

Dicas para a rotação dos locais

Ao iniciar a prática do rodízio de aplicação, é importante supervisionar o controle glicêmico com atenção. Isso porque, com o tempo, médico e paciente vão aprender quais os locais que proporcionam melhor controle de glicose no sangue em diferentes momentos do dia. As dicas listadas vão ajudar o paciente a fazer o rodízio corretamente:

  • Não injetar insulina perto do umbigo. Como o tecido não é resistente, a absorção da insulina não será tão consistente.
     
  • Não aplicar insulina perto de pintas ou cicatrizes.
     
  • Usar somente a área exterior do braço, onde há mais gordura.
     
  • Para facilitar a prega subcutânea no braço, apoiá-lo no encosto de uma cadeira ou utilizar agulhas curtas, pois não necessitam de prega subcutânea e facilitam a aplicação.
     
  • Não aplicar insulina na parte interna das coxas. Ao caminhar, este local se tornará mais dolorido. 
     
  • Não injetar insulina em uma área que será exercitada na sequência. Os exercícios aumentam o fluxo sanguíneo e isso faz com que a insulina de ação lenta seja absorvida mais rapidamente do que o normal.
     
  • Escolher o comprimento da agulha corretamente pode reduzir a dor da injeção.
     
  • Mudar o local de aplicação a cada uma ou duas semanas.
    • Quando injetar a insulina na mesma área do corpo, sempre alternar o local da injeção.
       
    • Em seguida, escolher outra área do corpo e repetir o processo.
       
    • Usar a mesma área por pelo menos uma semana para evitar variações extremas de glicose no sangue.
       
  • Alternar os lados (direito e esquerdo) do local escolhido.

 



Nota Importante: O conteúdo deste site não se destina a ser um substituto para aconselhamento médico profissional, diagnóstico ou tratamento. Não desconsidere o conselho do seu médico ou demora na procura por causa de algo que você leu neste website.

Salvo menção contrária, BD, o Logo BD e todas as outras marcas BD são de propriedade da Becton, Dickinson and Company. © 2014 BD