Tratamento com Insulina

História da Insulina

A insulina foi descoberta em 1921 por Frederick Banting e Charles Best, no laboratório do professor de fisiologia John J. R. MacLeod, durante experimentos que tinham como objetivo o isolamento da secreção interna pancreática.

O que é insulina e tipos de insulina

A insulina é um hormônio produzido pelo pâncreas, e tem como função metabolizar a glicose (açúcar no sangue) para produção de energia.

Conservação, armazenamento e transporte da insulina

As insulinas apresentam boa estabilidade e tem sua ação biológica preservada, desde que seja devidamente conservadas e armazenadas, conforme as recomendações de cada fabricante.

Escolha do dispositivo para aplicação de insulina

Escolha do dispositivo para aplicação de insulina

Regiões recomendadas para aplicação

As regiões recomendadas para aplicação de insulina são: Devem ser evitados os locais próximos as articulações, com cicatrizes, edemas, infecções, alergias, lipodistrofias (alterações no tecido subcutâneo) e/ou qualquer alteração na pele, por isso é recomendado inspecionar o local antes de cada aplicação.

Rodízio

O rodízio dos pontos de aplicação é essencial para prevenir complicações como lesões e lipohipertrofia.

Prega Subcutânea

A prega subcutânea é indicada para evidenciar o tecido subcutâneo e assim evitar a aplicação intramuscular da insulina.

Ângulo de Inserção da Agulha

O ângulo de aplicação também deve ser realizado para evitar uma aplicação intramuscular da insulina e poderá ser de 90 ou 45 graus.

Passo a passo – Preparo e Aplicação de Insulina

Informações contidas no Manual Prático de Preparo e Aplicação de Insulina

Riscos da reutilização de agulhas e seringas

Todos os insumos utilizados para a aplicação de insulina, seringas ou agulhas para caneta, são de uso único, conforme seu Registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária e a RDC 3 de 4 de fevereiro de 2014, a qual estabelece os requisitos mínimos de identidade e qualidade para seringas hipodérmicas estéreis de uso único.

Lipohipertrofia

É uma deformação do tecido subcutâneo, identificada através do enrijecimento do local e formação de “caroços”.

Descarte Domiciliar

O descarte dos materiais perfurocortantes e contaminados utilizados no tratamento domiciliar do diabetes, como seringas, agulhas, lancetas, tiras de glicemia, devem ser descartados em coletores ou recipientes específicos.


Nota Importante: O conteúdo deste site não se destina a ser um substituto para aconselhamento médico profissional, diagnóstico ou tratamento. Não desconsidere o conselho do seu médico ou demora na procura por causa de algo que você leu neste website.
Nosso conteúdo serve para seu conhecimento e informação. Em caso de dúvida, procure sempre um médico para orientação quanto ao melhor tratamento e conduta.